Total de visualizações de página

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Gabriel Garcia Marques enviou uma carta de despedida aos seus amigos.


Se por um instante, Deus se esquecesse de que sou uma marionete de trapos e me presenteasse com mais um pedaço de vida, eu aproveitaria esse tempo o mais que pudesse.

Possivelmente, não diria tudo o que penso, mas definitivamente, pensaria tudo o que digo. Daria valor às coisas, não por aquilo que valeu, mas pelo que significam.

Dormiria pouco sonharia mais, porque entendo que por cada minuto que fechássemos os olhos, perdemos sessenta segundos de luz.

Andaria quando os demais se detivessem, acordaria quando os demais dormissem.

Se Deus me presenteasse com um pedaço de vida, deitar-me-ia ao sol, deixando descobertos não somente o meu corpo como também a minha alma. Aos homens, eu provaria quão equivocado estão ao pensar que deixam de se enamorar quando envelhecem sem saberem que envelhecem quando deixam de se enamorar.

A um menino, eu lhe daria asas e apenas lhe pediria que aprendesse a voar.

Aos velhos, ensinaria que a morte não chega com o fim da vida, mas, sim, com o esquecimento.

Tantas coisas aprendi com vocês homens... Aprendi que todo o mundo quer viver no Topo da Montanha, sem saber que a verdadeira felicidade está na forma de subi-la.

Aprendi que quando um recém nascido aperta com a sua mão, pela primeira vez o dedo de seu pai, o agarrou para sempre. Aprendi que um homem só tem o direito de olhar o outro de cima para baixo, quando o está ajudando a levantar-se.

São tantas as coisas que pude aprender com vocês, mas, agora realmente de poucos me servirão porque, quando me guardarem dentro dessa caixa, infelizmente estarei morrendo.

Diga sempre o que sente e faça o que pensa. Supondo que hoje fosse à última vez que lhe verei dormir, eu lhe abraçaria fortemente e rezaria ao senhor para ser o guardião de sua alma.

Existe sempre um amanhã em que a vida nos dá outra oportunidade para fazermos bem as coisas... Mas, pensando que hoje é tudo o que nos resta, gostaria de lhe dizer o quanto lhe quero e que nunca lhe esquecerei.

O amanhã não está assegurado a ninguém, jovem ou velho... Hoje pode ser a última vez que você veja aquele que ama. Por isso não espere mais! Faça hoje porque o amanhã pode nunca chegar, senão, lamentará o dia em que não teve tempo para um sorriso, um abraço, um beijo porque estava muito ocupada para atender esse último desejo.

Mantenha os que amam junto de você, diga-lhes ao ouvido o muito que precisa deles, o quanto lhes quer e trate-os bem! Aproveite para lhes dizer: Perdoe-me, Por Favor, Obrigada e todas as palavras de amor que conhece. Você não será recordado pelos seus pensamentos secretos. Peça ao Senhor a força e a sabedoria para expressá-los. Demonstre aos seus amigos e seres queridos o quanto são importantes para você!

Se não o fizer hoje, amanhã pode não conseguir fazê-lo. Mas não importa se não o fizer. Nada lhe acontecerá, a não ser o fato de que deixou de alegrar alguém de quem gosta muito.

O momento de enviar é este! Afinal o que deixamos para depois, geralmente fica por fazer...

Com carinho e amor estou lhes enviando este texto maravilhoso. Paz e Amor, Forte Abraço.

7 comentários:

Entrevidas disse...

A vida vale apena ser vivida, e todos instante tem seu valor. Beijos

Zen disse...

Minha querida Entrevidas desejo um lindo final de semana para você. Beijo. Sandra.

Mgomes - Santa Cruz disse...

Zen: A nossa vida deve ser vividas com bons ou maus momentos todas essas vivencias tem o seu valor. Lindo texto adorei.
Beijos
Santa Cruz

Zen disse...

Meu amigo Mgomes, as suas palavras são sempre um incentivo para mim. Beijinho.

Vozes de Minha Alma disse...

Minha amiga, perdi alguém aí no Rio, que decidiu pelo seu próprio fim...
Talvez se tivesse acessado estas sábias palavras, acredito que refletiria sobre sua existência e tomaria outros rumos. Quem sabe até para ser útil aos seus semelhantes como faz tu nesse lindo blog.
Um abraço, beijos. (te sigo, seja bem vinda)

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

Amiga lamento não fazer um comentário à altura mas a minha condição física por enquanto não me deixa pois a minha cabeça está com muita dor e ainda não sei o que é. beijinhos de luz e paz.

Zen disse...

Queridos amigos Fran e Vozes, segurei vocês sempre é um grande prazer para mim. Forte abraço.