Total de visualizações de página

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

POEMA PARA OS AMIGOS (J.L.BORGES)

Não posso lhe dar soluções para todos os seus problemas da vida, nem tenho resposta para as suas dúvidas e temores, mas posso escutá-lo e compartilhar com você.

Não posso mudar o seu passado ou o seu futuro, mas quando precisar estarei com você.

Não posso evitar que tropece, somente posso lhe oferecer a minha mão para que se segure e não caia. As suas alegrias, os seus triunfos e os seus êxitos não são meus, contudo desfruto sinceramente quando o vejo feliz.

Não julgo as decisões que você toma na vida, limito-me a apoiá-lo, a estimulá-lo e a ajudá-lo sem que me peça. Não posso lhe impor limites que circunscrevam a sua ação, só lhe ofereço espaço necessário para crescer.

Não posso evitar o seu sofrimento quando alguma dor lhe partir o coração, mas posso chorar com você e recolher os pedaços para você de novo os juntar.

Não posso lhe dizer quem é ou quem deveria ser apenas posso amá-lo com é e ser seu amigo.

Não tenho a pretensão de ser o primeiro o segundo ou o terceiro nome da sua lista de amigos, basta que me coloque em seu coração. Obrigada por ser meu amigo. Bjs. Sandra

6 comentários:

Marilu disse...

Querida amiga, amigos não tem ranking de colocação na minha opinião, todos são iguais, são tesouros que guardamos dentro do coração...assim como eu guardo você..Tenha um lindo final de semana...Beijocas

Zen disse...

Oi Marilu estou com você. Amigo é coisa pra se guardar no lado esquerdo do peito. Mesmo que o tempo e a distância digam “não”.
Mesmo esquecendo a canção, o que importa é ouvir a voz que vem do coração. (Milton Nascimento) Bom final de semana. Bjs. Sandra

ney disse...

Vale esse escutar, compartilhar, e nos sentirmos mais humanos. Abraço/ney.

Zen disse...

Olá Ney agradeço a sua assiduidade ao meu blog Montanha, é sempre um prazer receber os amigos. Forte abraço. Sandra.

Entrevidas disse...

Vim visitar seu blog atraida pelo nome, gostei muito, quero ser sua amiga, me senti protegida. Meu abraço sincero. Amelia

Zen disse...

Amélia volte sempre que quiser, essa Montanha é como uma mãe acolhe todos os amigos. Beijinho, Sandra.